Ser num mundo outro: a mente bebida pela máquina?

Autores

  • Mariana Lameiras Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.18(2010).996

Palavras-chave:

Ciberespaço, corporeidade, identidade

Resumo

O corpo como lugar que habita a sociedade envolve em si a mente humana e busca incessantemente formas de construção ou renovação cujas concretizações se repercutem nos mecanismos de identidade do self. As potencialidades abertas pelo virtual complexificam este processo, provocando fenómenos de multiplicação identitária ou personalizante num espaço onde tudo é permitido. O corpo surge, então, como uma forma de mediação do ser humano com a máquina e como meio de produção de identidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Mariana Lameiras, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

CECS

Downloads

Publicado

2010-12-30

Como Citar

Lameiras, M. (2010). Ser num mundo outro: a mente bebida pela máquina?. Comunicação E Sociedade, 18, 173-178. https://doi.org/10.17231/comsoc.18(2010).996

Edição

Secção

Cidades, identidades e tribalismo