Uma investigação aplicada ao caso da marca: o caso das porcelanas Vista Alegre

Autores

  • Teresa Ruão Universidade do Minho

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.4(2002).1294

Resumo

O presente artigo descreve uma investigação empírica conduzida no sentido de proceder ao diagnóstico de identidade de uma marca portuguesa, quase bi-centenária. Constituiu objectivo da pesquisa descortinar os traços caracterizadores da identidade da marca de produto Vista Alegre, e analisar a sua forma de relacionamento com o mercado. O método usado foi o estudo de casos simples, complementado pela técnica da análise de conteúdo. O modelo de diagnóstico de identidade aplicado resultou da combinação da proposta de dois autores clássicos no estudo das marcas: Jean-Noel Kapferer (1991) e David Aaker (1996). O resultado foi a construçãao de um ideograma de identidade, ou mapa dos traços de carácter, micleares e extensos, de uma marca «carismática»(Smothers, 1993) no universo económico nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Teresa Ruão, Universidade do Minho

CECS

##submission.downloads##

Publicado

2013-01-16

Como Citar

Ruão, T. (2013). Uma investigação aplicada ao caso da marca: o caso das porcelanas Vista Alegre. Comunicação E Sociedade, 4, 223-242. https://doi.org/10.17231/comsoc.4(2002).1294

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>