Economia da Partilha e Práticas de Comunicação Organizacional em Tempos de Covid-19: Social Brands no Brasil e em Portugal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.39(2021).2851

Palavras-chave:

economia da partilha, organizações, covid-19, comunicação organizacional, social brands

Resumo

O artigo trata da relação entre as organizações pertencentes à economia da partilha e suas práticas, comportamentos e posturas de comunicação organizacional em função da pandemia do novo coronavírus. Definimos economia da partilha (sharing economy ou economia colaborativa) como os bens e serviços fornecidos pelas plataformas digitais da rede por meio do compartilhamento de recursos e da confiança. Tomamos como premissa a digitalização compulsória a que muitos negócios se viram submetidos e partimos para a reflexão a partir daí. Nossa análise, pautada pela pesquisa bibliográfica e exploratória, se localizou em marcas escolhidas intencionalmente, no Brasil e em Portugal, buscando refletir sobre o contexto da covid-19 e suas respectivas ações de comunicação em suas propriedades digitais ou em seus perfis de mídias sociais. Ilustramos estratégias de exposição e visibilidade comunicacional desde março até agosto de 2020, chegando a uma reflexão sobre a urgência em atuar ativamente em demandas sociais, caracterizando-as como social brands. Em nosso entendimento, uma marca social tem forte presença no digital, destaca-se com boas práticas de comunicação e, acima de tudo, possui uma estratégia de atuação que vai além do seu negócio ou do lucro direto não apenas durante um período de crise, mas também consciente de seu papel social e do impacto que sua atuação responsável gera.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Airbnb. (2020, 5 de maio). A message from co-founder and CEO Brian Chesky. https://news.airbnb.com/a-message-from-co-founder-and-ceo-brian-chesky/.

Avanços e dúvidas no caminho do compartilhamento. (2016). CEO Brasil, (31). https://www.pwc.com.br/pt/publicacoes/revista-ceo/assets/2016/PwC-CEO-BRASIL-31.pdf

Avila Spaces [@avilaspaces]. (2020, 28 de julho). TSF: Negócios em português [Vídeo]. Instagram. https://www.instagram.com/p/CDMeII3n1U7/

Banco BPI, & CaixaBank. (2018, julho/agosto). A economia da partilha (sharing economy): de fenómeno emergente a peça fundamental da revolução digital. Informação Mensal. https://bancobpi.pt/nocachecontent/conn/UCM/uuid/dDocName:PR_WCS01_UCM01069978

Castro, G. (2020, 3 de abril). Publicidade na pandemia: Não é hora de parar, é hora de mudar. UOL. https://economia.uol.com.br/colunas/2020/04/03/publicidade-na-pandemia-nao-e-hora-de-parar-e-hora-de-mudar.htm

De Stefano, V., Aloisi, A., & Silberman, S. (2017, 29 de maio). A manifesto to reform the gig economy. Pagina 99. http://www.pagina99.it/2017/05/29/a-manifesto-to-reform-the-gigeconomy

Dhanesh, G. S. (2020). Who cares about organizational purpose and corporate social responsibility, and how can organizations adapt? A hypermodern perspective. Business Horizons, 63(4), 585–594. https://doi.org/10.1016/j.bushor.2020.03.011

Edelman. (2018a, outubro). Sua marca deve se posicionar? https://www.edelman.com/sites/g/files/aatuss191/files/2018-11/2018_Edelman_Earned_Brand_Brasil_Report_POR.pdf

Edelman. (2018b, 5 de novembro). 69% dos brasileiros compram com base no posicionamento das empresas sobre questões sociais. https://www.edelman.com.br/estudos/earned-brand-2018

Entregadores de aplicativos fazem manifestações pelo país. (2020, 1 de julho). G1. https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/07/01/entregadores-de-aplicativos-fazem-manifestacoes-pelo-pais.ghtml

Filgueiras, V., & Antunes, R. (2020). Plataformas digitais, uberização do trabalho e regulação no capitalismo contemporâneo. Revista Contracampo, 39(1), 27–43. https://doi.org/10.22409/contracampo.v39i1.38901

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa (J. E. Costa, Trad.). Artmed. (Trabalho original publicado em 1998)

Gambarro, F. (2020, 27 de março). O impacto da quarentena nas marcas e no comportamento de consumo. Kantar. https://br.kantar.com/mercado-e-pol%C3%ADtica/sa%C3%BAde-e-esporte/2020/thermometer-ed2/

Gata, J. E. (2016). Economia da partilha. Revista de Concorrência e Regulação, (26), 193–211. http://concorrencia.pt/vPT/Estudos_e_Publicacoes/Revista_CR/Documents/Revista%20C_R%2026.pdf#page=193

Glovo. (s.d.). Covid-19: Segurança para ti e para todos. https://delivery.glovoapp.com/pt/COVID19

Harrington, M., & Smith, T. (2020). Brands and communicators as agents for change. In M. Harrington (Eds.), Relevance report 2021 (pp. 18–19). USC Annenberg Center for PR. https://annenberg.usc.edu/download-2021-usc-annenberg-relevance-report

Huws, U. (2014). Labor in the global digital economy: The cybertariat comes of age. Merlin.

iFood. (s.d.). Seguro de vida covid-19. https://entregador.ifood.com.br/covid-19-nossa-entrega/seguro-de-vida-ifood-em-casos-de-covid-19/

Koch, C. H. (2020). Brands as activists: The Oatly case. Journal of Brand Management, 27, 593–606. https://doi.org/10.1057/s41262-020-00199-2

Kotler, P., Kartajaya, H., & Setiawan, I. (2012). Marketing 3.0: As forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano (A. B. Rodrigues, Trad.). Elsevier. (Trabalho original publicado em 2010)

Kunsch, M. M. K. (2014). Comunicação organizacional: Contextos, paradigmas e abrangência conceitual. Revista Matrizes, 8(2), 35–61. http://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v8i2p35-61

Kunsch, M. M. K. (2017). Comunicação organizacional: Aportes teóricos e metodológicos. In A. Marques, I. Lourdes, & F. Lima (Eds.), Comunicação organizacional: Vertentes conceituais e metodológicas (Vol. 2; pp. 41–54). PPGCOM-UFMG.

Lacs. (2020, 14 de julho). Os espaços de trabalho flexíveis já não são só para startups. https://www.lacs.pt/pt/blog/os-espacos-de-trabalho-flexiveis-ja-nao-sao-so-para-startups/

Lotto, R. (2020). Youpix analisa: Corona e as marcas. Youpix. https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms/files/19529/1585752392YOUPIX_Analisa_Corona__Comunicacao.pdf?utm_campaign=recomendacoes_influencia__COVID-19_pesquisa_e_plano_de_acao&utm_medium=email&utm_source=RD+Station.

​Lusa. (2020, 16 de abril). Covid-19: Uber vai oferecer viagens e refeições aos profissionais de saúde. Renascença. https://rr.sapo.pt/2020/04/16/pais/COVID-19-uber-vai-oferecer-viagens-e-refeicoes-aos-profissionais-de-saude/noticia/189507/

Lusk, J. (2014, 21 de janeiro). How to define and use paid, owned and earned media. Huffpost. http://www.huffingtonpost.com/john-lusk/how-to-define-and-use-pai_b_4634005.html

Magalu cria plataforma onde pequenas empresas podem anunciar produtos. (2020, 31 de março). Uol. https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/31/magalu-cria-plataforma-onde-pequenas-empresas-podem-anunciar-produtos.htm

(s.d.). Pacote de proteção. https://99app.com/coronavirus/

Pichonelli, M. (2020, 19 de março). Na pandemia, entregadores e Ubers viram soldados no front, mas sem direitos. Uol. https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2020/03/19/como-o-coronavirus-vai-impactar-o-mundo-das-entregas-online.htm

Sarkar, C., & Kotler, P. (2020). Brand activism: From purpose to action. Idea Bite Press.

Saturnino, R. R. (2018, 10–12 de julho). A política da partilha no contexto do capitalismo digital: Entre os desafios legais e as desigualdades sociais [Apresentação de comunicação]. X Congresso da Associação Portuguesa de Sociologia, Covilhã, Portugal. https://www.academia.edu/37055252/A_pol%C3%ADtica_da_partilha_no_contexto_do_capitalismo_digital_entre_os_desafios_legais_e_as_desigualdades_sociais

Scheller, F. (2020, 3 de abril). ‘É hora de as marcas informarem, e não de venderem’, diz Washington Olivetto. Estadão. https://economia.estadao.com.br/blogs/fernando-scheller/e-hora-das-marcas-informarem-e-nao-de-venderem-diz-washington-olivetto/

Srnicek, N. (2017). Platform capitalism. Polity Press.

Tenderich, B. (2020). Projecting your voice: How to engage in purpose-driven conversation. In B. Tenderich (Eds.), Relevance report 2021 (pp. 96–99). USC Annenberg Center for PR. https://annenberg.usc.edu/download-2021-usc-annenberg-relevance-report

Terra, C. F. (2015). Tudo em tempo real: Estamos vivendo a era das relações públicas do imediatismo? In V. de S. C. Lopes, L. A. de Farias, & C. M. A. Scroferneker (Eds.), Atas do IX Congresso Brasileiro Científico de Comunicação Organizacional e Relações Públicas (pp. 206–223). EDIPUCRS. https://ebooks.pucrs.br/Ebooks/Pdf/978-85-397-0751-5.pdf

Terra, C. F. (2018). Até onde vai o “conteúdo de oportunidade”? Como o contexto vem ocupando espaço nas mídias sociais e gerando polêmicas. In M. M. K. Kunsch & E. Lemos (Eds.), XI Congresso Brasileiro Científico Abrapcorp. EDIPUCRS. https://editora.pucrs.br/edipucrs/acessolivre//anais/abrapcorp/assets/edicoes/2017/arquivos/85.pdf

Terra, C. F. (2019). Relações públicas digitais como alternativa aos algoritmos das plataformas de mídias sociais. Revista Organicom, 16(30), 27–42. https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2019.159884

Terra, C. F. (2021). Marcas influenciadoras digitais: Como transformar organizações em produtoras de conteúdo digital. Difusão Editora.

Terra, C. F., Saad, E., & Raposo J. F. (2019). Comunicação organizacional em tempos de algoritmos e hiperconexão digital. In XXVIII Encontro Anual da Compós. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS. http://www.compos.org.br/biblioteca/trabalhos_arquivo_WD73PP6K2R0HQHEEP334_28_7658_20_02_2019_14_11_14.pdf

Terra, C. F., & Sousa, G. S. (2020). Opinião pública em tempos de mídias sociais: Midiatização, comunicação desintermediada e memes. In L. A. Farias, E. Lemos, & C. N. Rebechi, (Eds.), Opinião pública, comunicação e organizações: Convergências e perspectivas contemporâneas (1.ª ed., pp. 164–177). Abrapcorp. http://portal.abrapcorp.org.br/livros-abrapcorp/Livro_Opiniao-Publica.pdf?fbclid=IwAR0fFCUCPuXgej4uQNrY3F8X0r-KHUiLOcPJ8SpZcnJjnAQ-xffTFgGJ_9M

USC Annenberg. (2020). 2020 global communication report. https://uscannenberg.formstack.com/forms/2020_gcr

Visa junta-se à Glovo para incentivar o pagamento com cartão. (2020, 18 de agosto). Grande Consumo. https://grandeconsumo.com/visa-junta-se-a-glovo-para-incentivar-o-pagamento-com-cartao/#.YF0Jb0hKiuU

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Raposo, J. F., & Terra, C. F. (2021). Economia da Partilha e Práticas de Comunicação Organizacional em Tempos de Covid-19: Social Brands no Brasil e em Portugal. Comunicação E Sociedade, 39, 39-56. https://doi.org/10.17231/comsoc.39(2021).2851