Paquetes Como Gambiarras Midiáticas: Transnacionalismo e Consumo Cultural no Contexto Havana-Miami

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.39(2021).2751

Palavras-chave:

consumo cultural, transnacionalismo, mídia, Cuba, América Latina

Resumo

Gambiarras midiáticas são formas alternativas e improvisadas de consumo de mídia. Emergem em contextos adversos ou restritivos. Sinalizam a necessidade de conexão por parte de quem as utiliza. Em Cuba, os paquetes, conjuntos de arquivos contendo conteúdos de cultura pop, música, séries, blockbusters norte-americanos, entre outros, não exibidos nos sistemas de mídia cubanos, são a forma cultural mais consagrada de gambiarra midiática na ilha socialista. O artigo apresenta o resultado de um projeto de pesquisa executado entre os anos de 2015 e 2017, a partir de uma metodologia de inspiração etnográfica, com entrevistas de campo e observação participante na cidade de Havana, com a finalidade de debater os diferentes usos dos paquetes por consumidores e fãs de cultura pop no contexto cubano. Mapeiam-se as contradições sobre as práticas dos paqueteros — sujeitos que vendem os paquetes em criações de redes online e offline — a partir da emergência de traços do capitalismo em Cuba que passam pela relação sempre conflituosa entre residentes em Havana e migrantes em Miami em disputas simbólicas na ilha. As questões levantadas em campo sinalizam para diferentes matrizes em torno do transnacionalismo na América Latina, questões geopolíticas e apontam para os entendimentos sobre as singularidades e desafios de Cuba na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agência EFE. (2017, 26 de outubro). Crece el número de cuentapropistas en Cuba apesar de la suspensión de licencias. Cibercuba. https://www.cibercuba.com/noticias/2017-10-26-u141144-e129488-cifra-cuentapropistas-cuba-crece-pesar-suspension-licencias

Agência France Press. (2017, 10 de maio). Cidade cubana faz revolução com “Facebook” próprio e conexão pirata. O Globo. https://oglobo.globo.com/mundo/cidade-cubana-faz-revolucao-com-facebook-proprio-conexao-pirata-21317005

Appadurai, A. (2004). Dimensões culturais da globalização (T. Costa, Trad.). Editorial Teorema. (Trabalho original publicado em 1996)

Armengol, R. (2013). Competitive solidarity and the political economy of Invento. In Papers and Proceedings of the Twenty-Third Annual Meeting of Association for the Study of the Cuban Economy. https://www.ascecuba.org/asce_proceedings/competitive-solidarity-and-the-political-economy-of-invento/

Boufleur, R. N. (2006). A questão da gambiarra: Formas alternativas de desenvolver artefatos e suas relações com o design de produtos [Tese de mestrado, Universidade de São Paulo]. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-24042007-150223/pt-br.php

Braga, J. L. (2006). A sociedade enfrenta sua mídia: Dispositivos sociais de crítica midiática. Paulus.

Castells, M. (1996). The information age: Economy, society and culture (Volume I: The rise of the network society). Wiley-Blackwell.

Feldman-Bianco, B., & Schiller, N. G. (2011). Una conversación sobre transformaciones de la sociedad, migración transnacional y trayectorias de vida. Crítica y Emancipación, 2(3), 9–42. http://biblioteca.clacso.edu.ar/ojs/index.php/critica/article/view/144

Genova, J. M. (2012). ¡Hasta la utopía siempre! Conflicting utopian ideologies in Havana’s late socialist housing market [Tese de mestrado, University of Texas]. Texas SchoolarWorks. https://repositories.lib.utexas.edu/handle/2152/20043

Grant, W. (2017, 4 de março). Cuba vai finalmente entrar na era da internet? BBC Brasil. https://www.bbc.com/portuguese/internacional-39161846

Marreiro, F. (2013, 3 de março). As tramas da rede cubana: Como funciona a internet off-line na ilha. Folha de São Paulo. https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2013/03/1239270-as-tramas-da-rede-cubana-como-funciona-a-internet-off-line-na-ilha.shtml

Martínez, A. G. (2017, julho). Inside Cuba’s DIY internet revolution. Wired. https://www.wired.com/2017/07/inside-cubas-diy-internet-revolution/

Messias, J., & Mussa, I. (2020). Por uma epistemologia da gambiarra: Invenção, complexidade e paradoxo nos objetos técnicos digitais. Revista Matrizes, 14(1), 173–192. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v14i1p173-192

NotíciasCubanet Cuba. (2017, 11 de maio). ¿Qué prefieren los cubanos? ¿La televisión cubana o el Paquete de la Semana? [Vídeo]. YouTube. https://www.youtube.com/watch?v=bjTnoHnIZiE

O efeito da lista de Craig. (2016, 2 de dezembro). Isto é Dinheiro. https://www.istoedinheiro.com.br/o-efeito-da-lista-de-craig/

Payão, F. (2015, 28 de janeiro). Rede ilegal de internet consegue sobreviver em Cuba. Tecmundo. https://www.tecmundo.com.br/internet/73281-rede-ilegal-internet-consegue-sobreviver-cuba.htm

Pereira, S., & Soares, T. (2017) Reguetón em Cuba: Censura, ostentação e rasuras de políticas midiáticas [Apresentação de comunicação]. XXVI Encontro Anual da Compós – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, São Paulo, Brasil.

Portes, A., Guarnizo, L. E., & Landolt, P. (1999). The study of transnationalism: Pitfalls and promise of an emergent research field. Ethnic and Racial Studies, 22(2), 217–237. https://doi.org/10.1080/014198799329468

San Pedro, E. (2017, 10 de agosto). Cuban internet deliverd weekly bu hand. BBC News. https://www.bbc.com/news/technology-33816655

Schiller, N. G., Bash, L., & Blanc-Szanton, C. (1992). Transnationalism: A new analytic framework for understanding migration. Annals of The New York Academy of Sciences, 645(1), 1–24. https://doi.org/10.1111/j.1749-6632.1992.tb33484.x

Soares, T. (2016a). Acionamentos geopolíticos num show de música pop em Cuba. Galáxia, (33), 171–183. https://revistas.pucsp.br/index.php/galaxia/article/view/27466

Soares, T. (2016b). Enfrentamentos políticos e midiáticos de fãs de música pop em Cuba. Revista Logos: Comunicação e Universidade, 23(2), 65–76. https://doi.org/10.12957/logos.2016.27514

Soares, T. (2016c). Lady Gaga em Cuba. In E. Jesus, E. Trindade, J. Janotti, & M. Roxo (Eds.), Reinvenção comunicacional da política: Modos de habitar e desabitar o século XXI (pp. 85–96). EDUFBA; Compós.

Soares, T., & Lima, M. L. (2018). Madonna, warrior like Cuba. Contracampo, 37(1), 91–109. https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i0.1070

Vertovec, S. (2009). Transnationalism. Routledge. https://doi.org/10.4324/9780203927083

Zanforlin, S. C. (2015). De Bangladesh para o Brasil: Migração, interculturalidade e uso das TICs. Revista Latinoamericana de Ciências da Comunicação (ALAIC), 11(21), 68–76. http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/533

Zanforlin, S. C. (2018). #meuamigorefugiado: Experiências de cosmopolitismo e mobilização midiática da empatia. Contracampo, 37(1), 30–48. https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i0.1050

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Soares, T., & Zanforlin, S. (2021). Paquetes Como Gambiarras Midiáticas: Transnacionalismo e Consumo Cultural no Contexto Havana-Miami. Comunicação E Sociedade, 39, 167-182. https://doi.org/10.17231/comsoc.39(2021).2751