Linguagem e produção de sentido: o conhecimento do Jornalismo

Autores

  • Rafael Paes Henriques Universidade do Minho

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.16(2009).1036

Palavras-chave:

Jornalismo, conhecimento, André Joly, Francis Jacques

Resumo

Este artigo investiga como, e com que consequências, o Jornalismo efectua a operação de ‘tradução’ do que acontece. Sabe-se que o trabalho é realizado a partir de valores próprios e de um modo de codificação específico; elementos que são partilhados por todos aqueles que pertencem ao campo. Assim, procuramos identificar os princípios e procedimentos desse modo particular de apropriação do real para, em seguida, submetê-los a uma análise epistemológica: descrevemos em que medida o Jornalismo pode ser considerado uma actividade livre, independente e autónoma; investigamos que leituras podem ser feitas do método jornalístico; identificamos as condições para a produção e o reconhecimento de confiabilidade aos relatos que são produzidos, e também caracterizamos que relações podem ser estabelecidas entre o Jornalismo e a verdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Como Citar

Henriques, R. P. (2009). Linguagem e produção de sentido: o conhecimento do Jornalismo. Comunicação E Sociedade, 16, 165-176. https://doi.org/10.17231/comsoc.16(2009).1036