A função retórica contemporânea – A razoabilidade do discurso patémico

Autores

  • Regina Marques Instituto Politécnico de Setúbal

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.16(2009).1030

Palavras-chave:

Retórica, discurso patémico, razoabilidade, argumentação, cidadania

Resumo

Veremos neste artigo a retórica como uma nervura da civilização que ao longo dos tempos e em todos os modelos da sociedade foi desafiadora dos limites da razão humana. Interessa-nos a discussão sobre a razoabilidade patémica (do pathos) da argumentação e da retórica, na medida em que nos permite uma vasta compreensão da importância da palavra na construção da cidadania, da liberdade de escolha e decisão, da assunção do sujeito como produtor de discurso, como ser de paixões que, vivendo em comunidade, vai criar e transformar os mundos, relacionais e comunicacionais. A paixão “infla as velas do barco, sem o que nós não poderíamos navegar” (Voltaire).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Como Citar

Marques, R. (2009). A função retórica contemporânea – A razoabilidade do discurso patémico. Comunicação E Sociedade, 16, 51-66. https://doi.org/10.17231/comsoc.16(2009).1030

Edição

Secção

Comunicação, argumentação e retórica