A retórica dos resultados na comunicação da ciência

Autores

  • António Fernando Cascais Departamento de Ciências da Comunicação, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.6(2004).1232

Palavras-chave:

Retórica, resultados, comunicação da ciência

Resumo

A retórica dos resultados é uma questão que diz respeito sobretudo aos divulgadores, mais do que aos públicos. Consiste em representar a actividade científica pelos seus produtos, subsumir os processos científicos à consecução finalista e cumulativa de resultados e isolar exclusivamente como resultados aqueles que são avaliados a posteriori como êxitos de aplicação. Tal implica ignorar a actividade científica enquanto processo, anular o papel do erro produtivo na tomada de decisão e nas escolhas científicas e assimilar fins a resultados, com a exclusão dos resultados fortuitos, inesperados ou adversos. A retórica dos resultados é efeito de censura positiva da iliteracia que a dinâmica tecnocientífica naturalmente segrega. Há que afirmar que a tecnociência se encontra em condições de disponibilizar meios, melhor do que produzir resultados, contra a retórica que deixa sem resposta o facto da produção de resultados inesperados, indesejáveis e incontroláveis. A retórica dos resultados contribui para a presunção da auto-suficiência científica e pode ser também entendida como ilusão de controlo da dinâmica imparável da tecnociência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2004-12-21

Como Citar

Cascais, A. F. (2004). A retórica dos resultados na comunicação da ciência. Comunicação E Sociedade, 6, 135-150. https://doi.org/10.17231/comsoc.6(2004).1232

Edição

Secção

Artigos Temáticos