Entre a norma e a exceção: assimetrias de género nas newsmagazines portuguesas

Anabela Santos, Carla Cerqueira, Rosa Cabecinhas

Resumo


Enformado por uma perspetiva feminista, o presente artigo analisa as representações de género que emergem nas newsmagazines portuguesas, incidindo particularmente na sua interseção com o perfil temático deste tipo de medium. Os resultados indicam que estas publicações tendem a privilegiar paradigmas representacionais que são congruentes com o “sexismo benevolente”. Enquanto os homens surgem como detentores de poder e agentes de influência, as mulheres figuram como indivíduos que dependem da mentoria dos seus congéneres homens para o exercício da liderança. As newsmagazines portuguesas invisibilizam, assim, a diversidade de identidades e experiências, favorecendo a perpetuação de valores androcêntricos e relações de poder desiguais.

Palavras-chave


Newsmagazines; representações de género; estudos feministas dos média

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17231/comsoc.27(2015).2111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

 

 

 

 

 

...............................................................................................................

 

.:: LASICS ::.
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
Universidade do Minho, campus de Gualtar
4710-057 Braga - Portugal

Revista Comunicação e Sociedade
ISSN 2183-3575 (online)
ISSN 1645-2089 (print)
Prefixo DOI: 10.17231