Potencialidades e limitações da metodologia de análise de rede: um modelo teórico voltado para as Ciências Sociais

Francisco Conrado Filho, Luís António Santos

Resumo


Este artigo procura discutir o lugar da análise de rede dentro das Ciências Sociais, não somente como uma simples ferramenta de investigação metodológica, mas também na perspetiva de um campo de investigação com teorias próprias e consolidadas. Enquadrar a sua utilização significa discutir o seu papel na análise e compreensão de objetos por um campo que sofre, às vezes, acusações de ser bastante tecnicista. Apesar de impulsionado pelas novas tecnologias de comunicação e pelos média sociais, em particular, a análise de rede tem um espectro de utilização muito mais alargado, pelo que pretendemos apresentar algumas das abordagens possíveis na investigação em Ciências Sociais. Por último, tratando-se de uma metodologia interdisciplinar por natureza, acautelamos alguns dos seus riscos e enviesamentos.

Palavras-chave


Análise de rede; Ciências Sociais; média sociais; metodologias

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17231/comsoc.33(2018).2913

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

 

 

 

 

 

...............................................................................................................

 

.:: LASICS ::.
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
Universidade do Minho, campus de Gualtar
4710-057 Braga - Portugal

Revista Comunicação e Sociedade
ISSN 2183-3575 (online)
ISSN 1645-2089 (print)
Prefixo DOI: 10.17231