A Ética Da Discussão: Ideologia Ou Utopia?

André Berten

Resumo


Nascemos, vivemos e comunicamos num mundo que não fizemos e que, quer queiramos ou não, exerce autoridade sobre nós. Basta que nos perguntemos de onde nos vem a quase totalidade das informações que recebemos: quase nenhuma e em primeira mão. Os conteúdos comunicacionais são a principal fonte das nossas crenças, de todo o nosso saber. Poderíamos distinguir, por um lado, entre os conteúdos imaginários, eventualmente ideológicos ou utópicos que nos são transmitidos pela tradição e, por outro, o carácter incontornável de um «mundo vivido», concebido formalmente como horizonte de sentido ou como fundo semântico de toda a enunciação e de toda a crença.

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17231/comsoc.4(2002).1262

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

 

 

 

 

 

...............................................................................................................

 

.:: LASICS ::.
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
Universidade do Minho, campus de Gualtar
4710-057 Braga - Portugal

Revista Comunicação e Sociedade
ISSN 2183-3575 (online)
ISSN 1645-2089 (print)
Prefixo DOI: 10.17231