O Trágico como Imaginário da Era Mediática

Autores

  • Moisés de Lemos Martins Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.4(2002).1265

Resumo

Interrogo neste texto o imaginário da era mediática. É meu entendimento que a sociedade da informação subverteu a nossa ideia de tempo histórico. Nos nossos dias, o tempo deixou de ser comandado pelo princípio escatológico. Com o real em falta e a vivermos em sofrimento de finalidade, o nosso imaginário já não tem a animá-lo nenhuma esperança. O imaginário da era mediática é, assim, o imaginário da crise do moderno, urn imaginário trágico, que tem na melancolia a afecção que melhor o caracteriza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Moisés de Lemos Martins, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

CECS

##submission.downloads##

Publicado

2013-01-16

Como Citar

Martins, M. de L. (2013). O Trágico como Imaginário da Era Mediática. Comunicação E Sociedade, 4, 73-79. https://doi.org/10.17231/comsoc.4(2002).1265

Edição

Secção

Comunicação e imaginário

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>