Han, B.-C. (2016). O aroma do tempo. Um ensaio filosófico sobre a arte da demora. Lisboa: Relógio d’Água.

  • Vítor de Sousa Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho

Resumo

In his essay, O aroma do tempo. Um ensaio filosófico sobre a arte da demora [The scent of time. A philosophical essay on the art of delay] (2016), originally published in Germany, in 2007, Byung-Chul Han argues that contemporary life is overpowered not by the continuous acceleration of time, but rather a temporal crisis caused by a dyschronicity (a discontinuity), which is simply the atomization of time with no direction, order or end that prevents it from lasting (lingering)...

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.

Biografia do Autor

Vítor de Sousa, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho
CECS
Publicado
2019-06-28
Como Citar
Sousa, V. de. (2019). Han, B.-C. (2016). O aroma do tempo. Um ensaio filosófico sobre a arte da demora. Lisboa: Relógio d’Água. Comunicação E Sociedade, 35, 287-292. https://doi.org/10.17231/comsoc.35(2019).3144
Secção
Leituras