Competências de comunicação para a sociedade da informação: alguns elementos sobre a situação dos recém-licenciados em Portugal

Autores

  • Lurdes Macedo Universidade Lusófona

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.14(2008).1077

Palavras-chave:

Competências de comunicação, sociedade da informação, analistas simbólicos, jovens licenciados

Resumo

Utilizando como ponto de partida as várias teorias existentes sobre a “sociedade da informação”, bem como o relativo consenso sobre os efeitos que este novo paradigma produz sobre a transformação dos perfis profissionais, este artigo procura problematizar a necessidade de desenvolvimento de competências específicas de comunicação face às exigências do mercado de emprego do futuro.Os elementos recolhidos durante a investigação permitiram perceber que muitas das dimensões analíticas daquilo a que Alves (2002) chama “competência comunicativa” foram mal apreendidas por uma parte significativa dos jovens recém-licenciados que constituíram as amostras deste estudo. Ao mesmo tempo, os mesmos jovens apresentam cada vez melhores competências na utilização das TIC.Conclui-se que existe um entendimento mais tecnológico do que intelectual da “sociedade da informação” e que será necessário reforçar o treino de competências de comunicação em todos os níveis de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2012-12-19

Como Citar

Macedo, L. (2012). Competências de comunicação para a sociedade da informação: alguns elementos sobre a situação dos recém-licenciados em Portugal. Comunicação E Sociedade, 14, 69-84. https://doi.org/10.17231/comsoc.14(2008).1077