Ciberjornalismo: dos primórdios ao impasse

Autores

  • Helder Bastos Faculdade de Letras da Universidade do Porto

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.9(2006).1158

Palavras-chave:

Jornalismo online, estudos jornalísticos, multimédia, desafios dos media

Resumo

Os primeiros avanços no campo do jornalismo digital, em Portugal, têm sido lentos e assinalados por uma série de frustrações, algumas delas devido a expectativas utópicas com relação à viabilidade de alguns projectos. Contudo, e apesar de alguns obstáculos, novos desafios são impostos aos jornalistas profissionais. Destes espera-se que sejam capazes de lidar com as novas ferramentas da Internet e que contem as suas estórias, usando novos recursos, tal como arranjem uma nova lógica para construírem os seus artigos. Começa a cimentar-se nos académicos que se debruçam sobre os media a ideia de que a formação de jornalistas especificamente para a área digital deve seguir regras diferentes, especialmente no que diz respeito a estórias em hipertexto e competências técnicas. O grande desafio deverá ser a formação de estudantes que pratiquem esta modalidade de jornalismo, sempre com o necessário equilíbrio entre as aptidões técnicas e a consciência ética e valores profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2012-12-20

Como Citar

Bastos, H. (2012). Ciberjornalismo: dos primórdios ao impasse. Comunicação E Sociedade, 9(10), 103-112. https://doi.org/10.17231/comsoc.9(2006).1158

Edição

Secção

Dez anos de jornalismo online em Portugal

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)