: Chamada de artigos para a revista Comunicação e Sociedade V. 35 aberta até ao dia 4 de setembro de 2018

Número temático: o tempo e os média

Editores: Emília Araújo (CECS-UM, Portugal) & Patrícia Matos (UFF, Brasil)

 

A história dos usos sociais e culturais do tempo está indubitavelmente marcada pelos efeitos da ciência e da técnica. Conceitos, tais como emergência, duração, espera, demora, aceleração e abrandamento são hoje centrais para entender as dinâmicas políticas, sociais e emocionais que se cruzam na mobilização das tecnologias digitais. Face à crescente relevância dos média na constituição do quotidiano, importa refletir sobre os modos como o tempo e o espaço se tornam objeto de uso e de composição mediática, suscitando novas interrogações e inquietações sobre a importância do espaço e do tempo na afirmação de identidades individuais e coletivas. Além disso, urge questionar e aprofundar o conhecimento que temos sobre o modo como os média reconfiguram práticas sociais e representações do tempo.

Este número da revista “Comunicação e Sociedade” tem como finalidade acudir a algumas dessas interrogações que tem implicado os usos dos média: Qual é hoje o tempo dos média? Como expressam os média os tempos tecnológicos e digitais, face à complexidade do tempo-passado e do tempo memória? Como se articulam os tempos dos média, com os tempos nos e com os média? Que relação se estabelece entre os tempos da aceleração/retardamento mediático e a velocidade da própria mediatização? O que significa a agenda na comunicação e nos média e o que representa para a compreensão das formas de uso do tempo recurso? Existe um tempo dos média e um tempo para os média? Em que condições e com que implicações para os grupos, as organizações e os sujeitos? Que recursos teóricos podemos mobilizar para entender hoje a atividade mediática? Que novas reconceptualizações se impõem face ao modo como os média lidam com o tempo social, histórico e cultural e o (trans)figuram?

Amplia-se, assim, a problematização entre os média, a comunicação e o tempo, numa perspetiva epistemologicamente instigadora e necessária. Apela-se ao envio de artigos que analisem as questões de tempo e de temporalidade, nos mais variados contextos sociais, incluindo a arte e a ciência.

 

Submissão: Os originais deverão ser enviados em formato “word” para ics-comunicacaoesociedade@uminho.pt, com conhecimento (“cc”) a ambas as editoras: Emília Araújo, era@ics.uminho.pt; Patrícia Matos, patriciamatos.uff@gmail.com.

 

Regras Editoriais:

As regras editoriais para a submissão eletrónica de manuscritos estão disponíveis no link:
http://revistacomsoc.pt/index.php/comsoc/about/editorialPolicies#custom-2
- Os originais serão submetidos em Português ou em Inglês. A tradução para a segunda língua é, no entanto, da responsabilidade dos autores, podendo a sua entrega ser feita apenas após a confirmação de aceitação para publicação.

“Comunicação e Sociedade” é uma revista arbitrada por pares e opera num processo de dupla revisão cega. Cada trabalho submetido será distribuído a dois revisores previamente convidados a avaliá-lo, de acordo com a qualidade académica, originalidade e relevância para os objetivos e âmbito da temática desta edição da revista [http://revistacomsoc.pt/].

 

Prazos

Receção de propostas: 4 de setembro de 2018

Avaliação das propostas e comunicação da decisão aos autores: 30 de outubro de 2018

Entrega de textos finais: 30 dezembro 2018



 

 

 

 

 

 

...............................................................................................................

 

.:: LASICS ::.
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
Universidade do Minho, campus de Gualtar
4710-057 Braga - Portugal

Revista Comunicação e Sociedade
ISSN 2183-3575 (online)
ISSN 1645-2089 (print)
Prefixo DOI: 10.17231