Da Contestação à Reflexão Sobre Patrimónios Culturais e Históricos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.41(2022).3685

Resumo

O livro Patrimónios Contestados reúne 10 textos em torno do tema do património enquanto convenção construída, histórica e socialmente. Numa altura em que estão acesas as controvérsias acerca dos processos de descolonização cultural, este livro apresenta diversos contributos para pensar as transformações tanto nos modos de encarar os processos de descolonização cultural como nas práticas a adotar para a concretização desse processo. Trata-se de uma contribuição sustentada em pontos de vista variados, assente em visões nacionais e internacionais deste fenómeno sociológico...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Pedro Rodrigues Costa, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, Portugal

Pedro Rodrigues Costa é doutor em ciências da comunicação, pela Universidade do Minho, com a tese Entre o Ver e o Olhar: Ecos e Ressonâncias Ecrãnicas (2013). É mestre em sociologia das organizações e do trabalho e licenciado em sociologia. Entre as suas áreas de investigação constam: cibercultura, tecnologia e estudos sobre redes sociais digitais. É investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, onde integra o grupo de estudos culturais e as plataformas Barómetro e Museu Virtual da Lusofonia. Na lista dos trabalhos de investigação mais recentes, constam os seguintes temas: “A Presença de Arquétipos nos Youtubers: Modos e Estratégias de Influência” (Costa, 2019); “O Medo do Consumo Solitário: Comentários nos Canais Infantojuvenis de YouTube do Brasil e de Portugal” (Costa & Capoano, 2021); “Suicídio e Redes Sociais: Aproximações em Português no Facebook, no Instagram e no YouTube” (Costa & Araújo, 2021) e “Dar ‘Vistas’ ao Ecrã em Rede: Problemáticas, Desafios e Consequências da Era Digital” (Costa, 2020).

Referências

Bardi, A. S. (2021). Doma-Cracy planeada: Memória e apagamento na Índia e em Israel. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 73–87). Público – Comunicação Social.

Bauman, Z. (2006). Amor líquido: Sobre a fragilidade dos laços humanos (C. A. Medeiros, trad.). Relógio d’água. (Trabalho original publicado em 2003)

Bourdieu, P. (2001). O poder simbólico (C. A. Medeiros, trad.). Difel. (Trabalho original publicado em 1978)

Buettner, E. (2021). Gandhi@150: O ‘Mahatma’ como um ícone global celebrado e contestado. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 105–123). Público – Comunicação Social.

Fernandes, J. K. (2021). Para que os subalternos não falem: A oclusão do património português entre os goeses. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 147–169). Público – Comunicação Social.

Huber, M. (2021). Patrimonialização internacional, desenvolvimento e política nacional da história: O legado institucional dos programas de conservação da Unesco na Etiópia. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 51–71). Público – Comunicação Social.

Jerónimo, M. B., & Rossa, W. (2021). O bem e o mal do(s) património(s). In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 5–9). Público – Comunicação Social.

Kanekar, A. (2021). Brahmin ou Bahujan: Património ou constrangimento? A identidade conflituosa do templo goês. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 125–145). Público – Comunicação Social.

Latour, B (2012). Reagregando o social: Uma introdução à teoria do ator-rede. Edufba. (Trabalho original publicado em 2006)

Peixoto, P. (2021). Patrimónios contestados em Portugal: Problemas, casos, debates. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 171–176). Público – Comunicação Social.

Procter, A. (2021). Desconforto, disfunção: Quem se sente em casa no museu? In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 89–103). Público – Comunicação Social.

Raposo, L. (2021). Patrimónios contestados em Portugal: Problemas, casos, debates. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 176–189). Público – Comunicação Social.

Schwarcz, L. (2021). Ser ou não ser patrimônio: Bandeirantes e bandeiras e outros conjuntos escultóricos contestados. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 27–49). Público – Comunicação Social.

Viejo-Rose, D. (2021). Património cultural em conflito: Da violência à reparação. In M. B. Jerónimo & W. Rossa (Eds.), Patrimónios contestados (pp. 11–25). Público – Comunicação Social.

Publicado

2022-06-22

Como Citar

Costa, P. R. (2022). Da Contestação à Reflexão Sobre Patrimónios Culturais e Históricos. Comunicação E Sociedade, 41, 233–240. https://doi.org/10.17231/comsoc.41(2022).3685

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)