Comunicação científica na sociedade tecnológica: periódicos electrônicos em discussão

Autores

  • Maria das Graças Targino Universidade de Brasilia

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.3(2001).1317

Resumo

Discutem-se as mutações da dinâmica sociocultural provocadas pela emergência e expansão dos periódicos eletrônicos, na condição de tecnologia comunicacional-informática da sociedade contemporãnea, a partir da concepção de comunicação científica e de sua categorização. A análise da evolução conceitual desses periódicos, de sua categorização, vantagens e desvantagens mostra, no entanto, que se tais mutações se vinculam ao «status quo» das sociedades e de suas respectivas comunidades científicas, em termos genéricos, persistem questionamentos, concernentes, por exemplo, a prioridade da descoberta científica, ao sistema de avaliação e a preservação das informações.Reafirma-se, assim, a crença de uma «coexistência pacífica» entre periódicos científicos impressos e eletrônicos, pelo menos por algum tempo, com a prevalência de réplicas eletrônicas das versões impressas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2001-01-17

Como Citar

Targino, M. das G. (2001). Comunicação científica na sociedade tecnológica: periódicos electrônicos em discussão. Comunicação E Sociedade, 3, 93-112. https://doi.org/10.17231/comsoc.3(2001).1317

Edição

Secção

A reconfiguração do espaço público