A regulação da televisão para crianças em Portugal: Estado da situação e propostas de acção

Autores

  • Sara Pereira Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.11(2007).1134

Palavras-chave:

Televisão, programação, regulação, crianças

Resumo

Com esta comunicação pretende-se reflectir sobre a situação actual da regulação da televisão para crianças em Portugal e apresentar algumas medidas neste âmbito que se consideram fundamentais para alcançar uma oferta televisiva de qualidade para o público infanto-juvenil.O artigo começa por mostrar a pertinência de reflectir e de intervir nesta área para, logo depois, apresentar e analisar a legislação e as resoluções nacionais e da União Europeia relativas à televisão e que abrangem as crianças. De seguida, expõem-se as omissões que a análise daqueles documentos permitiu entrever, propondo-se algumas formas para as superar com base no que se conhece sobre a situação e a experiência de outros países no sector da regulação para os mais novos. Por fim, apresentam-se propostas de acção neste domínio, com vista a uma responsabilidade partilhada entre difusores, sociedade civil e a recém-criada Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Sara Pereira, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho, Braga

CECS

##submission.downloads##

Publicado

2012-12-20

Como Citar

Pereira, S. (2012). A regulação da televisão para crianças em Portugal: Estado da situação e propostas de acção. Comunicação E Sociedade, 11, 109-126. https://doi.org/10.17231/comsoc.11(2007).1134

Edição

Secção

Novos desafios à política e à regulação dos media

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>