Panorâmica da ética dos media no plano internacional

Autores

  • Clifford G. Christians University of Illinois-Urbana (USA), Institute of Communications Research

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.25(2014).1854

Palavras-chave:

Ética dos media, internacional, teoria ética, valores universais, comunicação

Resumo

Uma orientação de âmbito internacional tem sido um objectivo da ética dos media, sobretudo desde a publicação do Relatório MacBride (1980), como pode ser constatado a partir de casos, temáticas e códigos de ética que têm sido adoptados em diferentes países. Mas as teorias da ética têm-se igualmente desenvolvido cada vez mais numa perspectiva internacional, e três exemplos disso (para além da clássica ética do discurso, de Habermas) são debatidos neste ensaio: a ética feminista do cuidar, a ética comunal africana e a ética dos media confucionista. Todas estas teorias enfatizam, a seu modo, três princípios éticos básicos – verdade, dignidade humana, não-violência – que emergem, por sua vez, de uma proto-norma comum, uma espécie de crença primeira que pode ser encontrada em todas as religiões, filosofias e culturas: o carácter sagrado da vida. Atendendo aos dilemas e desafios morais que os media enfrentam no mundo volátil em que vivemos hoje, um compromisso com estes valores universais trará uma vitalidade duradoura à educação para a comunicação, assim como às práticas comunicativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2014-06-30

Como Citar

Christians, C. G. (2014). Panorâmica da ética dos media no plano internacional. Comunicação E Sociedade, 25, 16-33. https://doi.org/10.17231/comsoc.25(2014).1854

Edição

Secção

Velhas questões, novos desafios