A utilização de tabus enquanto estratégia publicitária: uma análise do seu impacto e grau de aceitação em consumidores portugueses

  • Elsa Simões Universidade Fernando Pessoa, Porto
  • Paulo Cardoso Universidade Fernando Pessoa, Porto
Palavras-chave: estratégia publicitária, tabu, consumidores

Resumo

Hoje em dia, os média tradicionais encontram-se sobrecarregados de publicidade,tornando-se cada vez mais difícil a um anúncio em particular conseguir destacar-se e sobressair. De forma a conseguir um efeito de surpresa que garanta maiorvisibilidade, é relativamente frequente em anúncios a utilização propositada de temaschocantes (ou tabu).Neste artigo, analisamos a forma como os consumidores portugueses reagem à presençade estratégias onde se recorre deliberadamente à utilização de tabus como formade chamar a atenção para um produto ou serviço que não apresenta uma carga tabuintrínseca. Tendo como base estudos anteriores, fez-se incidir esta análise sobre a presençaem anúncios publicitários de temas como violência, morte, sofrimento, sexo enudez, levando a cabo uma revisão da literatura anterior e colocando algumas hipótesespreliminares relativas à aceitabilidade da utilização destes tabus de acordo com característicasdemográficas tais como idade, género e habilitações académicas. Para testaras hipóteses colocadas, levou-se a cabo um inquérito a uma amostra de 131 sujeitos deambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2011-10-09
Como Citar
Simões, E., & Cardoso, P. (2011). A utilização de tabus enquanto estratégia publicitária: uma análise do seu impacto e grau de aceitação em consumidores portugueses. Comunicação E Sociedade, 19, 197-214. https://doi.org/10.17231/comsoc.19(2011).906
Secção
Das práticas aos discursos: usos e representações