Interatividade na TV digital: a interface como metáfora da arquitetura computacional

  • Walter Teixeira Lima Júnior Cásper Líbero
  • Lina Cláudia Moreira Garrido Hora Cásper Líbero
Palavras-chave: TV digital, interatividade, interface, computação

Resumo

O artigo analisa os conceitos da interface utilizada nos softwares para acesso à interatividade na TV digital. Discute as similaridades entre o modelo icônico existente nas interfaces dos computadores pessoais (PC), o desktop e a interface produzida para o Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTDV). Criado para “metaforizar” atividades e objetos humanos, o desktop facilita a interação entre os usuários e a máquina computacional que, através de ícones, aciona camadas de códigos binários proporcionando a ação desejada. A interface traduz os códigos das linguagens computacionais por representações de ícones com significantes já intrínsecos à leitura e percepção humanas. Em função da transposição de elementos icônicos que estruturam a interface em PC para a plataforma TV digital, a tecnologia de audiovisual interativo de alta definição não seria, portanto, uma evolução da TV analógica, mas aponta para um outro dispositivo computacional, que também utiliza a “metáfora da interface computacional” para proporcionar a interação homem-máquina atráves dessa nova plataforma de audiovisual multimídia interativa.

Downloads

Dados de Download não estão ainda disponíveis.
Publicado
2012-10-30
Como Citar
Júnior, W. T. L., & Hora, L. C. M. G. (2012). Interatividade na TV digital: a interface como metáfora da arquitetura computacional. Comunicação E Sociedade, 17, 103-118. https://doi.org/10.17231/comsoc.17(2010).1016
Secção
Ecrãs e Ligações Sociotécnicas