Cidadania cultural e literacia artística: lazeres e saberes em museus e cibermuseus da cidade criativa

Autores

  • Pedro de Andrade Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.17231/comsoc.14(2008).1075

Palavras-chave:

Cidadania cultural, literacias artística, multicultural e híbrida, formação informal, comunicação e públicos em museus e cibermuseus, opinião pública local-global

Resumo

Um continente social e cultural quase inóspito tem emergido nas últimas décadas, onde se passa a aprendizagem de cidadania: os territórios informais de consumo da cultura, do ócio, do jogo e da informação. Aí, uma formação informal ocorre, em oposição ou em complemento à formação formal veiculada pela instituição escolar. Numa dessas arenas – o museu de arte – a formação informal permite, por exemplo, a construção da literacia artística, que consiste no processo de comunicação estruturado pela leitura e escrita próprias das actividades artísticas, especificamente no seio da produção da obra de arte, através da sua mediação pelo museu, e no seu consumo. Na modernidade avançada/ pós-modernidade, surge ainda a inédita ‘literacia multicultural e híbrida’. Tais figurações de literacia, em articulação com as opiniões públicas local, nacional e global, contribuem para o investimento recente na cidadania cultural por parte do habitante da urbe, em especial no quadro das ‘cidades criativas’.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2012-12-19

Como Citar

Andrade, P. de. (2012). Cidadania cultural e literacia artística: lazeres e saberes em museus e cibermuseus da cidade criativa. Comunicação E Sociedade, 14, 51-59. https://doi.org/10.17231/comsoc.14(2008).1075

Edição

Secção

(sem título; com abstract; com kwrds)