1.
Sousa V de. A memória como promotora de interculturalidade em Maputo, através da preservação da estatuária colonial. revistacomsoc [Internet]. 28 de Maio de 2019 [citado 24 de Outubro de 2021];00:249-67. Disponível em: https://revistacomsoc.pt/index.php/revistacomsoc/article/view/1048