[1]
M. Y. Passos, «O mundo engarrafado e a arqueologia da encenação: gravações audiovisuais como registro de producções operísticas», revistacomsoc, vol. 31, pp. 21-38, Jun. 2017.